Como as empresas inovadoras estão transformando o mercado e a sociedade

As empresas que estão revolucionando os mercados através de inovação e tecnologia entendem que diversos paradigmas das empresas tradicionais estão sendo destruídos em prol de maior agilidade e mais foco na geração de valor. Aspectos relacionados à liderança, cultura, ativos e relacionamento com a sociedade estão sendo completamente revistos. Este post apresenta histórias que exemplificam como as empresas atuam nos 3 pilares da transformação digital: cultura, ativos digitais e engajamento social. 

Cultura Digital

Visão e Estratégia: Case Lego

lego

A Lego em 2003 era uma empresa que passava por sérias dificuldades. Na época, era difícil para a empresa conseguir atrair os consumidores com suas novas criações. O mercado de brinquedos físicos já estava bastante ameaçado pelos games. Além disso, a Lego estava perdendo sua identidade e criando kits que possuíam uma linguagem muito diferente dos tradicionais bloquinhos de encaixar.

Em 2004, a Lego teve nova direção, e o novo CEO saiu da visão tradicional da empresa (fabricar brinquedos) para uma visão muito maior:

“Inspirar e desenvolver os construtores de amanhã”

A missão da Lego também se tornou muito mais inspiradora:

“Inventando o futuro de brincar”

A Lego se reposicionou de forma importante. Sua visão não era mais diretamente relacionada ao produto oferecido ao mercado, e muito mais ao valor oferecido. A nova visão e missão da Lego gerou um propósito inspirador e direcionou os novos produtos oferecidos para o mercado. Hoje a Lego não é somente um fabricante de pecinhas de montar, mas uma empresa que está reinventando o futuro de brincar. O grande sucesso do Lego Movie (longa-metragem de animação) demonstra que a Lego transcendeu o paradigma de que sua vocação é vender brinquedos. Sua vocação é gerar experiências que ajudem as crianças a desenvolverem sua capacidade de criar.

Tenha um propósito grande e transformador. 

Liderança: Case Nike

Transformação Digital - Apresentação

A liderança digital é fundamental para a implementação da transformação. Sem o exemplo e o engajamento real da liderança não há mudança efetiva.

A liderança deve divulgar a visão e inspirar a empresa. Deve evangelizar o mercado e os funcionários. Deve criar estruturas que fomentem a cultura de aprendizado, experimentação e agilidade.

Deve desafiar o status quo e buscar modelos disruptivos em todos os níveis, inclusive nas decisões estratégicas da empresa.

O CEO da Nike, Mark Palmer, é um bom exemplo de liderança digital. Entendendo claramente o impacto da revolução digital em seus negócios, Palmer abraçou a mudança e deu uma reviravolta em sua empresa. A Nike, definitivamente, não é mais uma típica indústria de calçados esportivos:

“Os mundos digital e físico estão se unindo de forma nunca antes vista – e é somente o topo do iceberg em termos do que está por vir” – sobre a nova visão da Nike

“A conexão é um diálogo” – sobre o relacionamento com seus clientes

“A Nike quebrou o vestuário em tecnologia, dados e serviços” – sobre o novo posicionamento tecnológico da Nike.

A partir da liderança de Mark Palmer, a Nike está criando soluções tecnológicas como a Nike+, engajamento com a comunidade através de aplicativos, experimentação de novos produtos através de prototipação radical, e vislumbra inovações como seleção automática de músicas a partir do sensoriamento corporal. Palmer não quer ficar parado no tempo e se tornou um evangelizador da cultura digital.

Para haver transformação, deve haver uma liderança engajada, exemplar e comunicativa.

Cultura Digital: Case Spotify

https://vimeo.com/85490944

A Spotify tem um belo exemplo de adoção da cultura digital através de sua estrutura, metas e incentivos de comportamento. O vídeo acima apresenta os principais conceitos adotados. O ponto de maior destaque é o nível de autonomia das equipes. As equipes são auto-gerenciadas e tem uma grande liberdade em definir o que fazer e como fazer. Mas tudo é feito a partir de um alto nível de alinhamento: a visão da empresa é bem comunicada e as missões de curto e médio prazos também são muito claras.

As equipes têm portanto um alto nível de motivação porque tem autonomia, gerando também um ambiente de confiança. Por outro lado, precisam de um grande senso de responsabilidade, porque possuem missões desafiadoras a serem cumpridas.

A cultura ágil, com foco, ciclos curtos de entrega e busca por simplicidade nas definições e decisões, são também aspectos importantes da cultura digital apresentados pela Spotify.

A cultura tradicional, de comando-controle, medo de falhar, mania de grandiosidade e baixa autonomia simplesmente não é adequada às empresas que buscam inovação, velocidade e um ambiente criativo.

Desenvolva a cultura digital e explore seus valores, como aprendizado, experimentação, autonomia, agilidade e colaboração.

Ativos Digitais

Case Navteq X Waze

Em 2007, a então gigante finlandesa Nokia comprou a Navteq por US$ 8,1 bilhões. A Navteq era uma empresa europeia líder no mapeamento de tráfego. Sua solução era baseada em sensores espalhados pela estrada. Estes sensores monitoravam o tráfego e alimentavam uma grande base de dados. A ideia era criar uma enorme rede de sensoriamento na Europa e posteriormente expandir para o restante do mundo. A Nokia queria ser a líder global em monitoramento de tráfego em tempo real.

Mais ou menos nesta época, a Waze foi fundada em Israel. A Waze era uma pequena empresa cuja missão de monitorar o tráfego em tempo real era bastante similar à Navteq. A grande diferença era a forma de monitoramento. A Waze utiliza os usuários e os seus aparelhos celulares como fonte de informação. Através da rede de dados e dos sensores GPS dos celulares, a base de dados da Waze é alimentada. Ao contrário da Navteq, que dependia da instalação de sensores nas estradas, o custo de expansão da Waze é próximo de zero, visto que basta o aumento do número de usuários para a cobertura e confiabilidade das informações aumentarem.

Entendendo o potencial de escalabilidade da solução, em 2013 a Google comprou a Waze por US$ 1,1 bilhão, na época uma empresa com pouco mais de 100 funcionários.

Em 2014, a Microsoft comprou a Nokia por US$ 7,9 bilhões, valor inferior ao valor de aquisição da Navteq.

A Waze é um belo exemplo de alavancagem do negócio a partir de ativos digitais. O negócio se torna altamente escalável visto que o custo marginal é próximo de zero já que não há dependência da aquisição de ativos físicos tradicionais.

Para ter um negócio escalável, reduza a dependência dos ativos físicos e potencialize os ativos digitais. 

Case: Hilton X Airbnb

belo-200x200-4d851c5b28f61931bf1df28dd15e60ef

A rede de hotéis Hilton demorou 93 anos para construir e oferecer 610.000 quartos de hotel em 88 países.

A Airbnb demorou 4 anos para oferecer 650.000 quartos em 192 países.

Tudo isto sem construir nem comprar nenhum desses imóveis. A Airbnb vende a disponibilidade de imóveis subutilizados de terceiros para oferecer estadia. Ela não expande o negócio pela aquisição de ativos físicos. O negócio é expandido com o aumento do número de usuários que oferecem seus imóveis disponíveis.

A Airbnb tem um valor de mercado avaliado em US$ 30 bilhões, sem possuir ativos físicos. Enquanto isso, a maior rede hoteleira do mundo, Marriot, tem um valor de mercado avaliado em US$ 20 bilhões.

Case: Contabilizei

contabilizei

Tipicamente, um escritório convencional de contabilidade cobra, no caso de pequenas empresas, cerca de R$ 2.000,00 para a criação de uma empresa e cerca de meio salário mínimo de taxa mensal para rodar os processos contábeis de seus clientes.

A plataforma brasileira Contabilizei funciona como um escritório de contabilidade virtual. Ela cobra R$ 200,00 para a abertura da empresa e cerca de R$ 50,00 de taxa mensal. Ela trabalha com o conceito de automação de processos, automatizando as tarefas rotineiras e deixando para sua equipe de contadores somente as atividades que requerem intervenção humana, como ajustes pontuais e esclarecimentos de dúvidas. Para isto, os processos são bem definidos e a plataforma executa automaticamente várias tarefas, como geração de boletos de pagamentos de impostos, relatórios, declarações etc. Para a coleta de informações, ela delega algumas atividades para o cliente, como por exemplo importar notas fiscais, fazer a conciliação bancária e pagar taxas e impostos.

Automatize tarefas repetitivas: ganhe eficiência e reduza custos

Case: Macy’s

macys

A Macy’s, uma das maiores lojas de departamentos dos Estados Unidos, criou um App que identifica roupas de seu catálogo que são similares às fotos tiradas pelos usuários. O App utiliza inteligência artificial para reconhecimento de imagens e identificação de padrões.

Esta funcionalidade facilita muito a localização dos produtos pelos clientes. Em 2015, as vendas em dispositivos móveis duplicaram devido ao algoritmo inteligente.

A inteligência artificial está cada vez mais acessível e pode automatizar tarefas complexas como reconhecimento de imagens e fala, identificação de padrões e predições.

Engajamento Social

Case: Not On App Store

caio

Este é o Caio Andrade. O Caio é um publicitário baiano que tem uma paixão e um enorme talento para criar campanhas sociais, muitas delas com alcance global. Seu lema é criar um projeto e convidar as pessoas a participarem. E a participação das pessoas é enorme e extremamente rica!

Uma das campanhas criadas pelo Caio se chama “Not On App Store”. É um projeto bastante provocativo que trata a questão da conectividade e da dependência da tecnologia. O Caio convida as pessoas a postarem fotos de situações da nossa vida que só podem ser vivenciadas fora do mundo digital. Mais de 50 países aderiram à campanha e o projeto ganhou espaço na mídia do Brasil e do mundo.

Transformação Digital - Caio

O Caio convida as pessoas a participarem de suas reflexões e elas querem fazer parte de algo maior. Elas se sentem engajadas com as causas e querem contribuir.

Para saber mais:

http://www.hicaio.com

http://notonappstore.com

Convide as pessoas a participarem de sua missão!

Case: Overdub

social overdub1

Inspirado pelas campanhas do Caio, resolvi experimentar o engajamento social na época em que estava criando a minha empresa. Fiz uma lista de nomes, expliquei o contexto de cada uma e divulguei nas redes sociais pedindo a contribuição da minha rede de contatos: “Me ajude a escolher o nome da minha empresa!”.

Transformação Digital - Overdub

A participação foi massiva e extremamente positiva. Percebi que as pessoas gostaram muito de fazer parte da história do meu novo negócio. A repercussão foi excelente, e de um dia para o outro toda minha rede de relacionamento já dava notícia do meu novo negócio. As pessoas há tinham o entendimento do meu trabalho e o reconhecimento da marca. As pessoas me encontravam na rua e já falavam na Overdub e queriam notícias, e oportunidades de negócio foram criadas a partir desta campanha.

Ouça seu público e compartilhe com ele os riscos de sua empresa!

Case: Lego Ideas

lego ideas.png

De novo a Lego, agora com a Lego Ideas. A Lego Ideas é uma plataforma da Lego para a criação de novos produtos pela comunidade. A Lego conseguiu conquistar uma legião de fãs em todo o mundo, e ela utiliza esta plataforma para aumentar o nível de engajamento desta comunidade de fãs.

Na Lego Ideas, as pessoas se inscrevem na plataforma e submetem ideias de novos kits da Lego. Estas pessoas são incentivadas a divulgar seus projetos, e se o projeto tiver mais de 10.000 apoiadores, ele passa para a próxima etapa e segue até que tenha o projeto aprovado. Os vencedores ganham uma porcentagem dos resultados de venda do novo produto aprovado.

Novas ideias são criadas e validadas pela comunidade, sem envolvimento inicial da estrutura da Lego, como Pesquisa e Desenvolvimento, pesquisas de mercado, etc. A própria comunidade fomenta o crescimento do negócio e participa do processo criativo.

Convide a comunidade para desenvolver e evoluir seus produtos!

Conclusão

Para realizar a transformação de seu negócio, é necessário direcionar esforços para 3 pilares: cultura, ativos digitais e engajamento social:

  • Tenha um propósito grande e inspirador para o seu negócio
  • Seja uma liderança digital: evangelize, divulgue, dê exemplo e encoraje os novos comportamentos
  • Crie uma estrutura de trabalho onde as equipes têm autonomia, mas com visão e missão compartilhada. Fomente a agilidade, simplicidade e colaboração
  • Estabeleça e evolua um conjunto de ativos digitais que traga escalabilidade para seu negócio e reduza a dependência dos ativos físicos
  • Convide seu público para participar de seu negócio
  • Entenda e tenha empatia por seu público

Quer saber mais?

Leia nosso White Paper para saber mais detalhes sobre os 3 pilares da transformação digital (https://overdub.tech/white-paper-os-tres-pilares-da-transformacao-digital/)

Faça uma avaliação gratuita do seu grau de maturidade para a jornada digital e receba um documento com o diagnóstico e recomendações iniciais (https://overdub.tech/avaliacao-digital/)